terça-feira, 8 de agosto de 2017

NADA - [a (IM)possível] DEscrição

- desconfia M. que o NADA de D. é «Todo o Tempo do Mundo» («Hei por Nome Todo o Mundo E NINGUÉM» - «auto da Lusitânia»), mas isso é «entre Eles» 

       [reunião, hoje, do «Z. T.»: 3 horas (de (para) Nada? Oxalá NÃO!]

- crónica de domingo, no Público - Maria João Lopes - AQUI
REcortes: